4 passos essenciais para formar líderes que fazem

Por Yasmim Marques, Diretora de Formação Empreendedora

15/05/20

Você já parou para pensar quem serão sucessores da sua empresa? Se sim, aqui estão alguns insights para te ajudar na formação dessas lideranças, se não te convido a refletir sobre a importância de desenvolver pessoas comprometidas e capazes de transformar a sua organização. 

 

Lembre-se sempre: primeiro quem, depois o que. 

 

Ao longo desse post, iremos debruçar sobre 3 conceitos de liderança: o do MEJ, o de Liderança Situacional e o de Liderança Nível 5. 

 

Ao olharmos para o conceito do MEJ, entendemos que o líder ideal é o que une um grupo, capaz de alcançar resultados, orientado pelo propósito. É o líder que empodera o time para a alta performance, sabendo também se autoliderar, promove transformações com sua equipe baseado em resultados claros e é movido por um propósito, sendo coerente entre a sua fala e a ação. 

 

Mas para que consigamos fazer com que todo o nosso time se desenvolva em conjunto, precisamos ser adaptáveis e agir de acordo com o que a situação pede, sabendo como lidar com nosso time de maneira individual de acordo com suas necessidades. Então, estamos sendo líderes situacionais.


Tudo isso com muita humildade, o ego não faz parte de um líder nível 5. O líder escuta diversos pontos de vista antes de tomar as decisões, valorizar a tarefa de cada membro da equipe para chegar aos resultados,  chama para si a responsabilidade de algum fracasso da equipe, mesmo que a “culpa” não seja dele. Evita falar de si próprio nas reuniões e palestras, utilizar exemplos de outras pessoas da equipe e dá o exemplo de humildade em cada atitude. 

 

Com tudo isso, como consigo preparar alguém para ser líder? 


 

1) Mapeie o líder ideal

 

Mapeie as principais competências, habilidades e comportamentos que um líder deve ter. Para isso, indico a leitura dos desafios enfrentados para se tornar um líder comprometido e capaz no documento da vivência empresarial, com isso você terá a base do que enfrentamos para nos desenvolvermos.

 

Além disso, olhe para a parte técnica necessária e valores os quais a sua empresa se molda. Um bom modo para construir tudo isso é olhando para o sentir, pensar e agir do líder.  "O que o líder ideal pensa, tem de conhecimentos e  aprendizados?, "O que o líder tem de valores, crenças e pelo o que ele preza?" e por fim, "Como o líder age? Quais atitudes ele tem?". 

 

Assim, você construirá um arquétipo da liderança, mas lembre-se sempre de que ninguém é igual e nem deve, certo? Coloque o que seja essencial para o desenvolvimento e busque fundamentos teóricos.


 

2) Realize uma coleta 


Escolhe qual meio utilizar, pode ser um formulário, uma coleta presencial, veja o que é mais assertivo para o seu time. Busque diagnosticar quais dificuldades a pessoa está enfrentando para se tornar o líder ideal, quais desafios ela tem e o que falta para chegar lá? 

 

 

3) Entenda como precisa atuar e atue


Utilize da matriz da liderança situacional. Escolha em qual quadrante a pessoa se encaixa e comece a trabalhar com ela de acordo com suas necessidades.

 

 



 

Para direcionamento,  deve-se ensinar a pessoa como executar suas tarefas e acompanhar o desenvolvimento delas até a conclusão, até que tenha plena confiança para executá-las sozinha.  Além disso, direciona-se a equipe no sentido de compreender as ações que deve tomar para alcançar as metas e objetivos organizacionais estabelecidos.     

 

Para apoio, é fundamental apoiar para que a pessoa adquira confiança, busque crescimento e desenvolva suas habilidades de forma contínua. Assim, apoia-se  sem precisar interferir no trabalho da pessoa, pois ela consegue desempenhar suas funções e atividades com ainda mais maestria, a partir do momento que tem liberdade para tal.  

 

Para treinamento,  é necessário mostrar a tarefa a pessoa, explicar sua importância, contribuir com novas ideias, ensinar sempre que necessário e motivar de modo que a execução seja conforme o planejado. Em parceria com a pessoa, utiliza-se suas habilidades e competências para encontrar o melhor caminho, que leve ao alcance dos resultados que a empresa almeja para o sucesso. 

 

Para delegação, delega-se o trabalho sem precisar ficar em cima, para garantir que faça o que precisa ser feito, pois a pessoa têm autonomia e liberdade para trabalhar e, muitas vezes, até autoridade para tomar decisões e fazer mudanças.

 

Lembre-se de adaptar o modo de agir de acordo com a sua coleta realizada, focando nas dificuldades que a pessoa passa.


 

4) Seja exemplo e estimule 


Seja exemplo nas suas ações e inspire! Estimule as pessoas a serem líderes, reconheça quem manda bem e mostre os benefícios de liderar pessoas. Compartilhe os desafios e o quão enriquecedor é estar naquela posição, seja vulnerável e passe confiança. 

 

É tudo isso! Espero que tenha feito sentido para a sua jornada de formação de lideranças. Lembre-se, liderar não é um dom mas sim um conjunto de práticas. 

 

Conte com o Time RN

 

Compartilhe:

ÚLTIMOS POSTS

Imagem do post

3 dicas que vão ajudar a melhorar o engajamento do seu time

Por Jorge Fonseca, Coorde…

05/06/20

3 dicas que vão ajudar a melhorar o engajamento do seu time

Confira como gerar um ambiente favorável na EJs para que sua equipe possa ser a melhor versão

Imagem do post

Os 3 indicadores que irão alavancar a Gestão Financeira da …

Por Vinícius Rebouças, Co…

29/05/20

Os 3 indicadores que irão alavancar a Gestão Financeira da …

Saiba como utilizar essa poderosa ferramenta para impulsionar gestão financeira da sua EJ.

Imagem do post

4 passos essenciais para formar líderes que fazem

Por Yasmim Marques, Diret…

15/05/20

4 passos essenciais para formar líderes que fazem

Confira os passos indispensáveis quando falamos da formação de novas lideranças.

Imagem do post

Como os sistemas de gestão podem melhorar os processos de s…

Por Pedro Jorge, Vice-Pre…

08/05/20

Como os sistemas de gestão podem melhorar os processos de s…

Saiba mais sobre os sistemas de gestão e entenda como implementar-los na sua empresa.